sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Exposição Belezas do Subúrbio no Pelourinho

Tive a honra de conhecer de perto um projeto de valorização e resgate da auto estima dos moradores de uma região belíssima de Salvador, o Subúrbio Ferroviário. O idealizador deste projeto é o Anderson Simplício, uma pessoa maravilhosa que enxerga o belo em cada canto, ruas, trilhos e sabores do Subúrbio Ferroviário de Salvador. Confira a Exposição Belezas do Subúrbio que ele junto com o Tiago organizaram no Café Conosco, Pelourinho, até o final de Setembro.


E que tal conhecermos um pouco do Subúrbio de Salvador através da fotografia do Anderson Simplício?

O Subúrbio Ferroviário de Salvador abrange aproximadamente 22 bairros ( se este não for o número exato, pode deixar nos comentários), entre eles: Plataforma, Itacaranha, Alto da Terezinha, Fazenda Coutos, São Tomé de Paripe, Periperi e outros. Esta região era considerada como destino de veraneio e povoada por comunidades de pescadores. Alguns destes bairros já existiam antes da fundação de Salvador, como exemplo Paripe, que foi anexado judicialmente depois da fundação de Salvador.



Os dados abaixo nos mostram o potencial econômico desta região:
  • em 1875 foi instalada uma fábrica de tecidos, chamada São Braz, uma das mais importantes de Salvador sob a direção de Bernardo Catharino que investiu no setor têxtil da Bahia; 
  • em 1939, foi descoberto primeiro poço de petróleo do Brasil, no bairro do Lobato, levando a estudos na região e a abertura da primeira refinaria do Brasil, a Landulfo Alves;
  • implantação da Companhia de Cimento de Salvador (COCISA) em meados do século XX, uma das fábricas mais importante do Nordeste;
  • implantação da Indústria de Mamona da Bahia (IMBASA), uma indústria de beneficiamento de mamona que produzia matéria prima e produtos para várias indústrias do Estado.

Fábrica São Braz, Plataforma
  

Fábrica COCISA ao fundo

antiga Fábrica COCISA

Não podemos esquecer que o termo aplicado é: Subúrbio Ferroviário. Sendo assim, o trem foi outro grande propulsor do desenvolvimento da região. Em 1860 é construída a Ponte São João que liga o bairro da Calçada ao Lobato, permitindo que o trem chegue até Paripe, numa viagem que leva um pouco mais de meia hora e é realizada de segunda a sábado, custando R$ 0,50 (inteira). Mas se quisermos um passeio ainda mais interessante, podemos fazer a travessia Plataforma ⇄ Ribeira, de barco, pagando R$ 1,50 (inteira). Se for com um pôr do sol como fundo de tela, é muito lindo! 

Ponte São João

vagões de trem 

os trilhos da população

olha o treemmmm na estação Almeida Brandão, Plataforma

uma mistura : de um lado, a Estação de trem, do outro, o terminal marítimo de Plataforma

Terminal marítimo Plataforma
Outra via de comunicação muito importante para a região é a Avenida Afrânio Peixoto, conhecida como Avenida Suburbana, que começa no Viaduto dos Motoristas e vai até Paripe, totalizando 14km, sendo uma das maiores avenidas de Salvador. A construção desta via mudou a paisagem do Subúrbio com o surgimento de vários bairros ao longo da Avenida.

ao passarmos pela Avenida Suburbana, avistamos o mar

Avenida Suburbana, próximo a Periperi
E o que dizer da Orla do Subúrbio? As praias mais frequentadas são: Tubarão e São Tomé de Paripe. Existe uma praia privativa na Base Naval, a Praia de Inema, onde os presidentes sempre ficam e o acesso é restrito. Eu não vou me estender falando da Orla do Subúrbio, pois uma imagem vale mais que mil palavras. Então ...:

píer do terminal de São Tomé de Paripe


Praia de São Tomé

Praia de São Tomé

Praia de Tubarão

Praia de Inema

fim de tarde colorido em São Tomé de Paripe

pura diversão
Pois é, esta sem dúvidas é uma exposição que vale a pena conferir. Uma exposição que retrata o dia a dia dos moradores suburbanos. Gente simples, mas que luta bravamente para suportar as desigualdades desta cidade. Uma exposição que desperta o questionamento do porquê os órgãos públicos se importarem pouco ou quase nada com o aspecto social desta população, pois não basta uma linda praça ou calçada, quem mora no Subúrbio precisa de mais!

de uma casa qualquer, uma vista única



um bar simples com uma vista luxuosa

Praia Grande

Plataforma, Ribeira e lááá no fundo o Corredor da Vitória

E caso queira adquirir uma das fotografias, elas estão à venda a partir de 30 reais.


as fotografias do Anderson Simplício no Café Conosco podem ir para sua casa
Exposição Belezas do Subúrbio
Onde: Café Conosco, Rua Ordem terceira do Carmo, Pelourinho
Quando: até final de Setembro de 2017
Quanto: gratuito

* Todo Sábado a partir das 13h o Anderson Simplício estará no Café para assinar as fotos.

Aproveita e curta Belezas do Subúrbio no Facebook e no Instagram e fique por dentro das cores, sabores e curiosidades do Subúrbio de Salvador.

Todas as fotos deste post são do Anderson Simplício.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...